Angola Pretende Parcerias Estratégicas com Investidores Gregos

Angola. Greece. Bigstock

Participando na sessão de abertura da Assembleia da ONU-Habitat, em Nairobi, Quénia, que decorreu neste mês de Junho, subordinada ao tema “um futuro urbano sustentável por meio de um multilateralismo inclusivo e eficaz”, o Embaixador Sianga Abílio teve oportunidade de apresentar à Embaixadora da Grécia na ONU, Maria Theofili, as necessidades e objectivos de Angola para os próximos anos, e cuja concretização implica investimentos em vários sectores de forma a promover a diversificação económica do país.

O Embaixador angolano enfatizou a necessidade premente de injecção de capital e transmissão de conhecimentos qualificados em diversas áreas, destacando a importância da cooperação económica bilateral para uma evolução positiva dos dois países. Para o governo de Angola, a Grécia pode tornar-se num importante parceiro estratégico para alcançar os seus objectivos de desenvolvimento sustentável, e constitui mais um exemplo de como a cooperação bilateral pode ser também um meio de promoção da paz e prosperidade em África.

Sianga Abílio expressou ainda o apoio de Angola à candidatura da Grécia a membro não permanente do Conselho de Segurança da ONU, para o mandato de 2025-2026, a fim de apoiar os esforços de mediação e negociações de paz na região oriental da República Democrática do Congo e na região dos Grandes Lagos. .

A República de Angola prorrogou, entretanto,  o seu mandato como membro do Conselho Executivo da ONU-Habitat por mais dois anos. Desde 2019, quando passou a ocupar posição no Conselho Executivo, Angola tem-se notabilizado através de uma participação activa nas sessões de trabalho para a definição dos planos e orçamentos anuais do programa, bem como no acompanhamento da execução das respectivas tarefas e decisões.

Dedicada à promoção do desenvolvimento social, ambiental e sustentável, de forma a responder ao desafio colocado pelo facto de cerca de 55 por cento da população mundial viver, com condições deficientes, em cidades e zonas urbanas, a Assembleia ONU-Habitat permitiu também à delegação angolana, liderada pelo Embaixador Sianga Abílio, intensificar e revitalizar a cooperação com o programa de apoio à habitação e programas urbanos que têm vindo a ser implementados na República de Angola.

Share This Article

Other Reads

Onur Yilmaz

Onur Yilmaz

X
X